Porque Meus Filhos Não Chupam Chupeta?

Essa semana, Helena ganhou essa linda boneca que usa chupeta. Se ela não tivesse essa “pepeta” na boca não seria tão bonitinha como é!

Essa reflexão me fez lembrar das mamães que dão chupeta aos seus filhos simplesmente pelo fato de acharem bonito, por ornar bem na foto…

 A chupeta, também chamada de “consolo”, pode ser um grande aliado das mães na hora de botar pra dormir, de acalmar o bebê durante AQUELA cólica, e até mesmo de coçar as gengivas, quando os dentinhos começam a sair, mas em detrimento disso, ela trás alguns malefícios!

Não estou aqui para julgar a mãe que adota o “bubu” no enxoval do bebê, mesmo porque há crianças e CRIANÇAS! Mas eu sempre acreditei que tudo é uma questão de hábito. Se o bebê cresce sem saber o que é uma chupeta, ele nunca vai precisar dela!

Eu, mesmo apesar de sempre ter convicção de que não iria oferecer chupeta aos meus filhos, ganhei uma chupeta do Chá de Bebê e, quando Heitor já tinha uns 4 meses, num momento de desespero, cansada e querendo que ele dormisse logo, “taquei” o bubu no menino e, para o meu espanto, como ele não era acostumado, cuspiu fora…

Além de ser um potencial veiculador de doenças, por ser um objeto que frequentemente cai no chão e em superfícies contaminadas, a chupeta pode causar má-formação na dentição e mais, dependência!

“Ah, Bruna, mas se você não der chupeta, o seu filho vai fazer o seu peito de chupeta!”
Em partes, isso é verdade. Mas também é um dos benefícios da amamentação: fortalecer o vínculo mãe e filho!

O bebê que mama no peito, não procura apenas se alimentar, mas busca também colo, aconchego, contato pele a pele e sentir o cheiro da mãe. E isso é o legal!

Heitor não chupou chupeta e desmamou com 1 ano e 1 mês, sem grandes traumas… Helena está com 3 meses, em Aleitamento Materno Exclusivo e também nunca conheceu bubu.
Eu não me arrependo disso, ao contrário…

Espero que tenham gostado desse relato!
Fiquem com Deus e até a próxima…

mamaeenfa

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!